Uma boa gestão de lucros é uma das chaves para o sucesso de negócios em qualquer ramo, e não poderia ser diferente com os do setor de transportes. Neste post, você vai aprender como lucrar com a gestão de custos em empresas de transporte, entendendo melhor quais custos são estes e como eles poderão ser reduzidos, o que impactará de forma positiva em seu resultado.

Gestão de custos: identificando e conhecendo os custos de sua transportadora

Inicialmente, é preciso compreender que existem custos fixos e variáveis. Esta classificação auxilia na gestão e, por consequência, na economia dos recursos.

Os custos fixos são aqueles relativos a salários e encargos, manutenção, depreciação, seguros, entre outros. Estes gastos ocorrerão independentemente de atividade em sua transportadora.

Já os custos variáveis são aqueles relativos à atividade principal de sua empresa e aumentarão de acordo com a sua receita. Entre eles, estão o combustível, lubrificantes, pedágios, lavagens, pneus e outros tipos de materiais necessários ao transporte de cargas.

Custos Fixos

Com uma boa gestão de custos é possível focar na diminuição dos custos fixos, por exemplo, procurando um novo barracão com um valor de aluguel mais em conta do que o atual ou ainda, terceirizando uma parte de sua mão de obra. Além disso, é possível investir em seguros mais econômicos, mas é preciso ter cuidado com as cláusulas e coberturas destes, para que a economia não prejudique o seu negócio.

Custos variáveis

Já no caso dos custos variáveis é possível focar na redução dos combustíveis com utilização de soluções inteligentes, que otimizam o abastecimento de sua frota. Com eles é possível automatizar o controle de reposição de diesel, otimizando a compra para se ajustar ao fluxo de caixa da empresa.

O investimento na conscientização dos motoristas também fará com que haja um maior controle, já que multas e apreensões acabam impactando de forma bastante negativa no resultado da empresa. Então, é preciso que estes funcionários conheçam e respeitem as leis e questões gerais envolvendo as cargas.

Além disso, é importante focar no estilo de direção dos motoristas da frota, já que algumas atitudes reduzem o número de manutenções e com isso, o custo que cada veículo representa para a empresa. Pneus calibrados e em boas condições também fazem parte de uma estratégia preventiva, que pode diminuir e muito os custos de empresas de transportes. Assim, é preciso verificar constantemente as condições dos veículos.

Você viu que uma boa gestão de custos em uma transportadora requer, inicialmente, o conhecimento dos tipos de despesas que esta possui, sejam elas fixas ou variáveis. Logo, é preciso investir em estratégias para diminuir estes custos. Uma das opções, que se mostra mais atrativa, é a aquisição de um software para a automação e controle na reposição de diesel de seus veículos.

Além de toda economia gerada pelo processo, ainda é possível gerar relatórios com registros online com data e hora do abastecimento, volume, entre outros. O controle feito por automóvel, motorista e outras funcionalidades que lhe permitirão conhecer e gerenciar melhor a sua frota, também estão disponíveis. Isso também permitirá economia, gerando ganho em seu resultado.

Se tiver dúvidas sobre gestão de custos na sua empresa de transporte ou quiser saber mais sobre outro assunto deixe seu comentário!