Economia é uma palavra fundamental para a maioria dos empresários, já que conseguir economizar em determinada área da empresa pode gerar lucros e prevenir prejuízos. Pensando assim, reduzir custos é algo muito importante.

Quando se fala em veículos, seja em caminhões e furgões em uma empresa de transportes, ônibus em uma empresa de transporte de pessoas ou até mesmo carros e motos, a busca será sempre por economia de manutenção e de combustível.

Por esse motivo, confira a seguir algumas dicas que podem ser de grande auxílio na redução do consumo destes dois itens.

1. Tome cuidado com os pneus

Os gastos com pneus representam cerca de 15% do custo da frota. Dessa forma, a borracha merece atenção especial quando a palavra de ordem é redução de custos. É muito importante conferir a pressão dos pneus semanalmente, bem como seu estado de conservação.

Realizar alinhamento e balanceamento dentro dos prazos estabelecidos por fabricante e mecânico são essenciais para que se gaste menos. Ficar atento a desgastes irregulares também é valido nesses casos.

2. Lembre-se que logística é importante

Para trabalhar de maneira correta e econômica, muitas empresas possuem setor de logística para que rotas de viagem sejam traçadas da melhor maneira possível e, com isso, a viagem se torne mais prática e funcional.

Sempre que possível, é importante encaixar entregas que sejam relativamente perto umas das outras e que os motoristas não precisem desviar tanto de seu caminho original. O setor de logística consegue promover economia de pneus, combustíveis e também pedágios, proporcionando assim menos gastos para a empresa.

3. Invista em manutenções preventivas — e não corretivas

Outro item que gera grande redução de custos para as empresas que trabalham com veículos são as manutenções preventivas. Quando feitas de modo correto e dentro dos prazos, elas saem muito mais baratas do que as manutenções corretivas.

A manutenção preventiva é agendada e já aponta tudo o que vai ser revisado e, possivelmente, trocado no veículo. Já a corretiva é o oposto disso, visto que ela ocorre para reparar algum erro que já aconteceu — muitas vezes, pela falta de manutenção preventiva.

Nesse segundo caso, os gastos com peças, mão-de-obra e tempo de veículo parado são maiores e acarretam um verdadeiro prejuízo à empresa.

4. Dirija conscientemente

Outro fator determinante para reduzir gastos e combustível é a direção consciente. Motoristas devem sempre passar pela reciclagem de práticas, em que aprenderão técnicas de como dirigir de modo seguro e econômico.

Um motorista que dirige defensivamente gera menor gasto de combustível e menos desgastes dos pneus, dos freios e de toda a parte mecânica do veículo. Sem sombra de dúvidas, é uma das melhores maneiras de economizar.

5. Conheça os veículos da frota

Algo muito importante é conhecer e saber tudo sobre os veículos que a frota possui. Sabendo das especificações de cada um, a chance de utilizar aditivos, combustíveis e até mesmo peças erradas diminui drasticamente. Uma grande causa de prejuízos é utilizar componentes errados ou inadequados nos veículos da frota.

Diferentemente do que muitos pensam, reduzir custos de manutenção e de combustível não é algo tão difícil de ser realizado. O resultado final de um trabalho de planejamento e adequação de gastos é totalmente necessário e benéfico à saúde financeira de qualquer empresa.

E você? O que faz para reduzir os custos com combustível e com a manutenção do seu veículo?