Está com uma frota e precisa contratar motoristas capacitados? Essa é a realidade de muitas transportadoras no Brasil, que enfrentam a mesma dificuldade de seleção. A questão é que faltam pessoas qualificadas no mercado, com dedicação e paixão pelo trabalho. Por isso é tão importante escolher bem, identficando os profissionais mais adequados.

Pensando nisso, levantamos algumas dicas de como esse processo pode ser feito. Afinal de contas, todo mundo quer acertar na hora de fazer uma contratação tão importante para o seu negócio, não é mesmo? Continue conosco e descubra!

Faça um processo seletivo

Uma maneira eficiente para recrutar é criar um processo seletivo. Para atrair os motoristas interessados, você pode divulgar as vagas em canais que eles normalmente acessam e na internet. Dessa maneira, você consegue fazer com que várias pessoas capacitadas e com interesse tenham acesso às oportunidades que você oferece.

Com os currículos em mãos, você pode separar os que considera melhores e agendar uma entrevista para conhecer cada um deles um pouco melhor.

Dê atenção especial às entrevistas

Depois da triagem curricular e das entrevistas agendadas, você pode aproveitar esse momento para fazer perguntas e conhecer melhor o candidato. Essa é a hora que você deve explorar para saber a história de vida da pessoa, se ela gosta de dirigir caminhões ou outros veículos que sua empresa possui, se já fez isso antes e por quanto tempo, etc. Assim, você consegue traçar o perfil de cada um e escolher os melhores para fazer parte de sua equipe.

Saiba o que exigir dos candidatos

Antes de começar a selecionar, tenha em mente qual seria o motorista ideal para a sua empresa. Saiba claramente o que você está procurando e liste isso em um papel — aqui você pode considerar detalhes de personalidade e exigências técnicas também.

Nesse momento, analise as multas que essa pessoa tem no seu histórico, como foi sua relação nas outras empresas que trabalhou, se foi demitida por justa causa e, de maneira mais óbvia, se ela tem a habilitação para dirigir. Assim você fica sabendo se ela está dentro do que você espera ou não.

Procure entender o que o candidato quer

Tente enxergar também quais são os desejos do motorista, assim você consegue perceber se ele vai se encaixar bem na vaga que você está oferecendo ou não. Pergunte quais são as pretensões salariais dele, se ele tem disponibilidade para viajar para outros estados, se existe perspectiva de crescimento, entre outras. Todas essas questões fazem muita diferença para quem está sendo recrutado, portanto, é muito importante deixar claro todas as exigências para evitar desgastes futuros.

Fique atento aos maus condutores

Identificar motoristas perigosos e imprudentes pode ser um bom resultado do seu processo seletivo. Fique de olho no histórico dos candidatos, analisando se ele já se envolveu em acidentes, por exemplo. Nesse caso, não se esqueça de que o motorista é uma representação direta da sua empresa nas ruas, ou seja, ele pode desmoralizar a sua imagem se for imprudente ou um mau condutor.

Se você ainda estiver inseguro no final de todas essas etapas, você também pode sugerir um período de experiência de 3 meses. Assim, você consegue monitorar mais de perto qual o perfil do motorista que você vai contratar e se essa relação será bem-sucedida ou não.

E então, gostou das dicas que preparamos para você? Elas podem facilitar bastante a sua próxima contratação, fazendo com que os erros diminuam. Caso tenha alguma dúvida ou queria compartilhar sua experiência em processos como este, deixe seu comentário.